Página Principal

Menu

Pag. 1

Pag. 2

Pag. 3

Pag. 4

Pag. 5

Pag. 6

Pág. 7

 

 

ÚLTIMA CEIA

 

Autor Leonardo da Vinci
Data 1495-1497
Técnica Mista com predominância da têmpera
e óleo sobre duas camadas de preparação
de gesso aplicadas sobre reboco(estuque)
Dimensões 460 cm × 880 cm
Localização Convento de Santa Maria delle Grazie, em Milão.

 

 

Esse maravilhoso quadro tem várias representações. Ao lado direito de Jesus (à nossa esquerda), o personagem seria João, o discípulo amado de Jesus, ou uma mulher, Maria Madalena, sua esposa-sacerdotisa? Observe que esta mulher possui expressões típicas do pudor feminino, ela estaria usando uma corrente de ouro no pescoço. A figura feminina e Jesus usam o chamado “efeito espelhado”: Jesus está usando túnica vermelha e manto azul. E Madalena, túnica azul e manto vermelho. O “espelho” simboliza a entrada para uma realidade oculta. Um crítico de arte verá que os grupos formados por Jesus e Madalena, pelo afastamento de Madalena, formam um M no centro do Quadro. O M foi um código muito usado pelos Templários e sobre o qual existe controvérsia: M, símbolo da Constelação deVirgo, pode ser também o M de Madalena, venerada pelos Templários? Ou seria o Eterno Feminino de Deus, nossa Mãe Divina?

     No “grupo de Jesus”, aparece “mão anômala” fazendo o “gesto ou dedo de João” (o Batista) tão caro a da Vinci que usou este símbolo com grande constância na sua obra. O próprio da Vinci encarna Judas Tadeu. Apesar de ser a cena do Sacramento Mágico da Eucaristia, não há vinho ou pão na mesa posta por Da Vinci (o pão estaria reduzido a migalhas).

1 Simão, o Zelota - Áries

7 João - Libra

2 Tadeu - Touro

8 Judas - Escorpião

3 Mateus - Gêmeos

9 Pedro - Sagitário

4 Felipe - Câncer

10 André - Capricórnio

5 Tiago, o Maior - Leão

11 Tiago, o Menor - Aquário

6 Tomé - Virgem

12 Bartolomeu - Peixes

Na verdade, este trabalho astrológico é muito mais profundo, muito mais do que questões teológicas, ou mesmo de signos e cálculos. Da Vinci representou ali os 12 Trabalhos de Hércules, que são os passos iniciáticos necessários para encarnarmos o Cristo Interior. Essas 12 faculdades superiores de nosso Ser Divino são representadas na tradição cristã-gnóstica como os 12 apóstolos.